Desativar o SELinux CentOS 7

A segurança é um fator chave na administração do servidor. No entanto, muitas vezes cai no esquecimento, especialmente para projetos pequenos ou pessoais. No caso de distribuições Linux, muitas delas já possuem políticas de segurança rígidas. Duas distribuições, CentOS e RHEL, são identificadas como opções seguras no Linux devido à proteção SELinux de vários níveis.

No entanto, muitas medidas de segurança podem interromper algumas tarefas de rotina, por isso, às vezes, é necessário desativar algumas delas. Neste tutorial, você aprenderá como desabilitar o SELinux no CentOS 7.

O que é o SELinux?

O SELinux é uma ferramenta de segurança que restringe o acesso a determinados módulos do kernel. Para algumas distribuições do Linux, como o CentOS 7 e o RHEL, o SELinux já é implementado por padrão como uma medida de segurança adicional no sistema. Outras distribuições como o Debian também permitem a instalação.

O SELinux é gerenciado por algumas regras, chamadas "políticas", que restringem ou permitem o uso de certos aplicativos em partes essenciais do sistema. O problema é que criar essas políticas é muito difícil.

A ferramenta atualmente possui três modos:

  • o aplicação negou qualquer acesso não autorizado. Neste modo, o SELinux é considerado ativado.
  • No modo permissivoAo contrário do modo anterior, o acesso não autorizado é permitido, mas os avisos são exibidos.
  • No modo desativar O SELinux está desativado e permite todo o acesso sem avisos.

Desativar o SELinux

Você pode desativar temporariamente ou permanentemente o SELinux, cada um com seus benefícios. A desativação temporária permite que você execute testes sem comprometer a segurança do sistema. Depois de reiniciar o sistema, o SELinux será reativado.

Mas se você desativar o SELinux permanentemente, poderá trabalhar mais rápido, especialmente para projetos pequenos ou médios. Observe que as distribuições Linux atualmente têm políticas de segurança fortes. A desativação do SELinux não é, portanto, tão prejudicial.

Vamos ensinar os dois métodos.

Desative o SELinux temporariamente no CentOS 7

Primeiro acesse o servidor via SSH. Se você tiver dúvidas sobre o procedimento, leia nosso tutorial.

Se você usa o CentOS no seu PC, basta abrir o terminal e executar o seguinte comando para acessá-lo:

ssh user @ ip-server

Então nós verificamos o status do SELinux com o comando:

sestatus

Para desativá-lo temporariamente, executamos os comandos:

seu
setenforce 0

Agora verifique o status do SELinux novamente.

Como está temporariamente desativado, as alterações são feitas automaticamente na reinicialização quando o SELinux é reativado. A principal vantagem deste método é que o sistema não precisa ser reiniciado.

Desativar o SELinux permanentemente no CentOS 7

Para desabilitar permanentemente o SELinux, você deve editar um arquivo de configuração.

Primeiro nós instalamos o editor de texto nano:

yum instalar nano

Agora podemos editar o arquivo de configuração do SELinux:

nano / etc / sysconfig / selinux

Desativar o SELinux CentOS 7
Edite o valor da linha SELINUX. O arquivo é muito descritivo e mostra os diferentes valores que podemos usar. Em outras palavras, os diferentes modos disponíveis no SELinux.

Neste caso, definimos como inválido,

SELINUX = desativado

Então salvamos a mudança com CTRL + O e feche o arquivo com CTRL + X, Para que a alteração entre em vigor, você deve reiniciar o sistema. Após o reinício, usamos o comando para verificar se a alteração entrou em vigor:

sestatus

O SELinux foi desativado no CentOS 7.

conclusão

O SELinux é uma excelente ferramenta de segurança para o CentOS 7. Para alguns usuários, no entanto, isso pode ser um pouco chato e desconfortável. Quando descomissionando, considere se é um risco que vale a pena entrar.

Neste tutorial, você aprendeu a desativar o SELinux temporária ou permanentemente, dependendo de suas necessidades. Espero que tenha sido útil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

Curso Google Adwords – 5 motivos para fazer!

Lembre-se de um Curso do Google Adwordsmas não tem certeza se o…

Google Trends – Dicas para tirar melhor proveito da ferramenta

Para você que você não conhece, quem Google Trends é uma das…

Como Renomear Arquivo Linux

Este terminal é uma ferramenta insubstituível para administradores de servidores Linux. Os…

Imagem Destacada WordPress: Uma Breve Introdução

A pergunta "Qual é o tamanho da imagem do WordPress emitida?" É…