8 maneiras de encontrar tópicos do White Paper que seu público-alvo deseja ler

<! –->

Deseja expandir sua base de posts e infográficos ocasionais?

Tudo bem.

Com muita freqüência, os profissionais de marketing começam pequenos e visam apenas o topo do funil. O conteúdo do ToFu é mais fácil de criar e consome menos recursos que os objetos no centro ou na parte inferior do funil.

No entanto, se você já estiver criando um fluxo de conteúdo para motivar clientes em potencial, precisará de outros formatos – em outros lugares nos caminhos de pesquisa.

Um white paper combina conteúdo visual e escrito com informações baseadas em dados para tornar os leads mais abrangentes e concisos. É um líder de pensamento, autoridade da indústria e pesquisa relevante em um.

Vejamos maneiras de criar tópicos do white paper a partir do zero. Dessa forma, você pode diferenciar suas ofertas de conteúdo das dos concorrentes e adaptar seus conhecimentos à demanda do público.

conteúdo:

O que é um whitepaper?

Os white papers são ativos ricos e formatados usados ​​principalmente para geração de leads. Eles são mais orientados a dados e baseados em marcas que as postagens do blog, mas menos visuais que os eBooks.

Em um white paper, não há limite para o número de palavras ou páginas, embora elas normalmente variem de 1.000 a 10.000 palavras, com o objetivo de permitir ao autor examinar adequadamente todas as facetas de um tópico e incluir análises ou previsões.

Os tópicos mais importantes do white paper são:

  • tendências da indústria.
  • soluções de marca.
  • Manuais de produtos ou serviços.
  • Insights e observações de dados.
  • Nicho, passagens educacionais.
  • Desafios comerciais comuns.

Os documentos técnicos geralmente são fechados e exigem que os leitores forneçam suas informações de contato para fazer o download do documento. Por serem bloqueados, geralmente são usados ​​em campanhas por email e estão localizados em diferentes páginas de destino da conversão.

Como os whitepapers diferem das postagens do blog ou dos eBooks?

Então, o que torna um tópico um white paper adequado, em oposição a um post de blog ou um e-book?

A resposta curta é que quase qualquer tópico pode ser abordado em qualquer formato de conteúdo, dependendo da importância que você deseja ter. Depois, há a questão de como distribuí-lo ao seu público.

Se você deseja leads, um recurso deve ser bloqueado para remover as postagens da equação.

Se você deseja uma cópia detalhada e diferenciada que explique um tópico complexo, é provável que um white paper seja preferível a um e-book. Os eBooks geralmente estão sujeitos a restrições de caracteres, porque cada página requer espaço para componentes gráficos e vários tipos de visualizações. Um documento técnico, por outro lado, é orientado para a cópia; os gráficos são um complemento.

Para escolher os tópicos certos para o seu whitepaper, você provavelmente deseja compilar novos dados interessantes sobre esse tópico, obter cotações / opiniões de especialistas internos / externos e cobrir todos os subtópicos relacionados a esse conceito maior.

É assim que você começa

1. Converta uma postagem de blog existente em um white paper

Uma das maneiras mais simples e convenientes de escrever um white paper é adotar e melhorar o que já está funcionando.

Verifique seu painel do Google Analytics, encontre sua postagem de blog com melhor desempenho no ano passado e torne-a no próximo documento técnico.

Seu blog já é relevante com base em suas métricas e é bem recebido. Portanto, existe um público existente que pode envolver e capturar novamente um white paper atualizado sobre o mesmo tópico ou tópico semelhante.

Nossas duas melhores postagens de blog se concentram em campanhas de mídia social e boletins por e-mail.

Por exemplo, o artigo do seu blog intitulado "O que está impedindo os gerentes de RH à noite?" Ser transformado em um white paper intitulado "12 medos que todo gerente de recursos humanos tem em 2019 e como eliminá-lo".

Mergulhe mais fundo, adicione mais dados e ofereça mais soluções. É isso.

2. Resumo dos comentários das mídias sociais sobre tópicos perceptíveis

Sua estratégia de marketing de conteúdo estará incompleta se você não monitorar as mídias sociais, os fóruns do setor e os comentários em outros sites. As informações contidas nesses campos são provenientes do tipo de pessoa que está obviamente comprometida e deseja expressar sua opinião.

Há também muitas repetições, chamadas e respostas. Os comentários são como uma placa de Petri para futuros tópicos do white paper: sobre o que as pessoas estão falando e do que querem mais?

Provavelmente, você pode extrair tópicos do comentário exibido, como: Por exemplo, se muitos usuários ou seguidores tiverem perguntas sobre uma nova tendência ou uma pesquisa Gallup.

Ao acompanhar as discussões do setor, você poderá descobrir problemas que causam mais comentários e ser o primeiro a levar essas idéias a sério.

É quase como ler a mente.

3. Concentre-se nos tópicos dos campos de vendas

Seu departamento de vendas realiza discussões diárias direcionadas com partes interessadas e clientes. Essas chamadas são essencialmente sessões de ventilação para pontos de dor, perguntas frequentes e curiosidade onipresente.

Seus representantes de vendas só podem receber tantas chamadas e acompanhar tantos clientes em potencial. E se você pudesse resumir todas essas discussões em um Livro Branco?

Em seguida, você pode distribuí-lo aos clientes em potencial após concluir a chamada, para que eles possam continuar aprendendo em seu tempo livre. Você também pode atender as chamadas respondendo ao maior número possível de perguntas antes mesmo de o telefone tocar. Isso qualifica seus leads e aumenta o potencial de vendas.

Configure uma base de contatos semanal ou mensal com sua equipe de vendas para entender melhor os problemas que estão enfrentando e descobrir como você pode alcançar melhor seus objetivos criando conteúdo.

4. Sobrecarregar-se com dados da indústria excessivamente relevantes – e informe-se

A Web está cheia de dados, mas quem tem tempo para fazer perguntas repetidas vezes até conectar os pontos, como encontrar e usar todos esses dados diferentes?

Ninguém.

Então faça isso por ela.

O que é atualmente um tópico de tendência em sua área? Inteligência artificial? DSGVO?

Colete dados do setor sobre esses tópicos, forneça um pouco de contexto e análise e formate-os como white papers. Agora você tem o material mais abrangente e útil da Internet sobre o assunto, e é de alta relevância para o seu público.

Você pode fazer o mesmo com citações de especialistas no assunto ou previsões de analistas do setor. Compile o trabalho e ligue-o.

5. Identifique palavras-chave com objetivos médios ou comerciais nos quais você pode construir

Como os documentos técnicos são itens de mídia no meio do funil, faz sentido criar conteúdo em torno dos termos de pesquisa que correspondem a essa fase do funil.

Em vez de "conhecer" as tendências de marketing de conteúdo, convém olhar menos para o funil e aprender a aproveitar as 6 principais tendências de marketing de conteúdo.

Este último tem urgência, requer ação e é direcionado a um membro da platéia que deseja corrigir problemas e não apenas ler o conteúdo geral.

Esta página foi retirada do nosso relatório sobre tendências de marketing de conteúdo para 2019, onde pesquisamos tendências no Google Trends que aumentaram ou diminuíram este ano.

Em suma, não seja vago. Seja o mais específico possível. Eles não apontam para nenhuma pessoa sob o sol. Você escreve para um tomador de decisão que pode estar perto de comprar de você.

6. Realize pesquisas proprietárias, formate-as e compartilhe-as

A pesquisa proprietária é reconhecida como a principal tática de criação de links disponível para profissionais de marketing. O motivo é simples.

Você fez perguntas que ninguém mais tem. Eles são a única fonte de informação sobre um tópico específico. Se alguém quiser ter essas informações, precisará baixá-las.

Felizmente, coletar essa pesquisa é mais fácil do que muitos pensam. Você pode fazer isso fazendo uma pesquisa rápida nas mídias sociais e medindo os resultados.

Ou você pode obter a opinião de seus próprios funcionários – isso também é dados. Quanto mais pontos de dados, melhor.

Nós escolhemos essa abordagem várias vezes. Perguntamos aos nossos seguidores sociais sobre seus cargos e sua opinião sobre o futuro do marketing de conteúdo. Recebemos centenas de respostas, antologizamos, projetamos e publicamos esses dados.

Era nosso e era uma adição simples aos nossos esforços de marketing.

7. Descubra onde os fios caem e corrija esse ponto problemático

O objetivo de um ativo é responder a perguntas e resolver pontos fracos.

E um dos obstáculos de negócios mais caros é o silêncio de clientes em potencial. Eles não respondem às suas solicitações porque não precisam mais dos seus serviços ou já escolheram outro provedor. Nos dois casos, o resultado é ruim para você.

Isolar o tempo exato em que um cliente em potencial se separa é fundamental para fechar a lacuna no marketing do ciclo de vida do cliente. Depois de identificar o problema, você pode criar conteúdo ao seu redor.

Em alguns casos, isso pode ser um papel branco.

Converse com sua equipe de vendas sobre onde eles estão enfrentando dificuldades e como podem superar essa lacuna. potencial Cliente e na realidade Cliente.

8. Adicione outros elementos, como demonstrações na web, seminários on-line e tutoriais

O design do whitepaper suporta outros tipos de ativos em outras partes do funil.

Um espectador pode assistir a uma demonstração na web no seu site e depois se surpreender OK e agora?

Ou você tem um webinar bem assistido, mas não tem nada tangível para deixar seu público após o término do evento.

Escrever white papers para acompanhar recursos de marketing adjacentes resulta em uma experiência do usuário mais versátil. Agora seu público-alvo pode processar o conteúdo da maneira que preferir, conhece as próximas etapas e pode se informar de forma independente sobre sua marca

Do que eu não gosto?

Espalhe e promova seu white paper para obter o ROI máximo

A distribuição de documentos técnicos deve ser um ataque multifacetado. Você deve ter uma página de destino de conversões dedicada, na qual os leitores possam baixar seu white paper. No entanto, você deve primeiro atrair esses leitores para esta página.

Considere isto:

  • Crie um documento oficial da CTA clicável e inclua-o em postagens de blog e boletins por e-mail.
  • Envie por e-mail para leads qualificados.
  • Envie por e-mail após um seminário on-line relevante ou uma possível chamada.
  • Publicidade nas mídias sociais – especialmente no LinkedIn para o público B2B.
  • Faça disso o foco de um podcast ou palestra.
  • Imprima e leve para eventos do setor.
  • Publicidade em fóruns industriais ou através de redes de display.
  • Usado em campanhas de redirecionamento.
  • Conversão para uma apresentação de slides visível.
  • Desbloqueie-o e publique uma parte do teaser como uma postagem no blog ou um vídeo curto.
  • Link para comunicados de imprensa.
  • Use-o como uma pedra angular e escreva blogs complementares para aumentar o tráfego.

conclusão

Os white papers dão à sua marca a oportunidade de se destacar no setor. Você não é apenas mais um logotipo em seu nicho. Você é um líder de pensamento e um guia de conteúdo.

Embora os white papers sejam tradicionalmente vistos como recursos de marketing B2B, também há espaço para as versões B2C. Geralmente, são manuais do produto e documentos avançados sobre perguntas frequentes.

Com a demanda por informações de alta qualidade sobre novas idéias sempre em vigor, o formato do whitepaper continua sendo um tipo de conteúdo fundamental que todos os profissionais de marketing devem explorar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like

4 estratégias para melhorar as vendas com automação e marketing de conteúdo · Postcron Blogs

Ninguém pode negar isso O marketing de conteúdo é um dos principais…

Como cobrar resultados da agência alugada

Um problema comum para os empresários é como os resultados são calculados…

DataMult: sistema de marketing integrado

Sempre pense em inovações que ligações mult investimos no conhecimento, dedicação e…

10 dicas de marketing digital para empreendedores

Se você é um empreendedor e está pensando em comercializar e distribuir…